loading icon

O que é quantificação de dano econômico?

O que é quantificação de dano econômico?

Prejuízos econômicos são danos que geralmente envolvem a perda de benefícios, perda de salários e lucros cessantes (passados e futuros), perda da capacidade de ganho futuro, danos à propriedade real e pessoal e perda de valor. Quantificação de danos econômicos é a medição desses danos que muitas vezes resultam de um ato prejudicial. Existem muitos eventos que podem resultar em danos econômicos para um indivíduo ou empresa, por exemplo, os danos causados ao meio ambiente, catástrofes como o 9/11, fraude, danos pessoais ou morte por negligência ou outros fatores econômicos.

Quem realiza uma quantificação de dano econômico?

Por muitos anos, as companhias de seguros, advogados, reguladores, agências governamentais e as empresas tem se voltado para empresas de contabilidade forense como MDD Contadores Forenses para ajudar com a quantificação de dano econômico.

Contadores forenses tem a formação profissional, experiência e conhecimento para realizar as avaliações e cálculos, não importa o quão desafiador eles possam ser.

Contadores forenses como MDD são capazes de quantificar as perdaseconômicas em uma ampla gama de áreas, incluindo créditos de seguros, fraude e peculato, danos pessoais, disputas comerciais, interrupção de negócios, divórcio e disputas conjugais, defeitos de construção, danos ambientais, cibercrime, responsabilidade do produto, patentes e violação de direitos autorais e muito mais.

Como os danos são quantificados?

Contadores forenses utilizam as mais recentes ferramentas estatísticas e econométricas, publicações e opiniões de líderes da indústria para realizar cálculos justos e razoáveis de perdas e danos.

Existem várias abordagens utilizadas para quantificar os danos econômicos, alguns exemplos são mostrados:

  • Abordagem de Benchnark (Indicador) – O desempenho da empresa ou indivíduo é comparado a outras empresas ou indivíduos que são semelhantes na natureza. Isto dá ao contador forense uma orientação sobre a forma como a empresa ou indivíduo tivesse desempenhado em não haver ocorrido nenhum ato prejudicial.
  • Método Antes e Depois – O desempenho anterior ao ato prejudicial é comparado com o desempenho após o mesmo. Em alguns casos, um contador forense pode ser chamado para determinar se a empresa ou indivíduo realmente se beneficiou da irregularidade.
  • Contrato Subjacente – Os danos são calculados de acordo com os contratos subjacentes em vigor no momento do ato prejudicial.
  • Lucros do Réu – Em casos que envolvem concorrência desleal ou apropriação indevida de segredos comerciais, uma contabilidade dos lucros realizados pelo réu pode ser usado como uma medida dos demandantes de lucros cessantes.

Porque MDD?

Quantificar os danos econômicos requer conhecimentos especializados, e uma riqueza de experiência e conhecimentos.

Com profissionais de contabilidade forense em mais de 40 escritórios em 5 continentes, MDD tem recursos globais sem precedentes para ajudar nossos clientes em quantificar os danos, em uma ampla gama de áreas, incluindo a interrupção de negócios, fraude, danos pessoais, responsabilidade por produtos, conflitos conjugais e danos ambientais. Desde 1933, nós fornecemos uma experiência sem paralelo em mais de 800 indústrias.

Os nossos especialistas profissionais de contabilidade forense são excepcionalmente dedicados e qualificados, com histórico comprovado que fornecem avaliações de danoseconômicos que resiste a uma análise.

Clique aqui para ler mais sobre o que fazemos e como podemos ajudar.

By disabling cookies some features on the website (such as the IRB calculator) will not be available, do you still want to reject cookies?

Yes No